Capuchinho Vermelho

Era Uma Vez, Teatro de Marionetas

19 a 23 de Outubro

Praça da Estação de Metro da Trindade, 19 Out, 17h

EB2/3 Viso, 20 Out, 16h30

Espaço Raiz - Centro Comunitário de Ramalde, 21 Out, 18h00

Associação de Moradores do Bairro Antigo da Pasteleira, 22 Out, 15h00

45' · Todas as idades
© Direitos reservados

Fantoches António Canelas, Vasco Fernando

Figurinos Ana Meira

Cenários José Carlos Alegria, Vasco Fernando

Música Fatinch

Luz Carlos Miguel Meira Alegria

Texto José Carlos Alegria, Ana Margarida Meira Alegria

Direcção e encenação José Carlos Alegria

Manipulação José Carlos Alegria, Ana Margarida Meira Alegria

eraumavezmarionetas.com

Era uma vez uma menina pequena muito doce. Quem a via ficava logo a gostar dela, mas quem gostava mais era a avó, que já nem sabia que outras prendas lhe dar. Certa vez, ofereceu-lhe um capuchinho de veludo vermelho que lhe ficava tão bem que a menina passou a não querer usar mais nada e a ser chamada «Capuchinho Vermelho». Um dia...

 

José Carlos Alegria, nasceu em Évora corria o ano de 1953.

Sob a direcção de Mário Barradas e de Luís Varela, fez o curso de formação de actores do Centro Cultural de Évora (1977/1979).

Trabalhou como actor no Centro Cultural de Évora, no Teatro da Rainha e no Centro Dramático de Évora.

Durante seis anos foi um dos actores que deu vida aos Bonecos de Santo Aleixo.

Em 1991 fez o seu próprio teatro de bonecos, o Era Uma Vez, Teatro de Marionetas.

Os seus filhos, Carlos Miguel Meira Alegria e Ana Margarida Meira Alegria, juntaram-se posteriormente à companhia.

Os cenógrafos Vasco Fernando, António Canelas, Iria Kovacs e Amândio Anastácio fizeram a quase totalidade dos seus bonecos.

 

O primeiro espectáculo da "companhia" foi "O Bolo" (1992). Seguiram-se "O Senhor Bartolomeu" (1993), "O Mistério Da Pedra Encantada" (1994), "A Princesa Ziah" (1997), "O Januário Fugiu Do Aquário" (1998), "Contos Ciganos" (1999), "A Azinheira Sinaleira" (2001), "O Raio Da Matemática" (2002), "Ora Bolas" (2004), "O Lixo Do Sr. Bartolomeu" (2004), "Talvez Haja Espectáculo" (2005), "Auto Da Barca Do Inferno" de Gil Vicente (2006), "A História Da Carochinha" (2008), "Auto Da Índia" de Gil Vicente (2010), "A Formiga E O Coelhinho" (2011), "Retábulo De Dom Cristóbal" de Federico Garcia Lorca (2011), "Auto De São Martinho" de Gil Vicente (2011), "O Grande Circo De Títeres Alegria" (2011), "Os Brinquedos Do Rei Mago" (2013), "O Capuchinho Vermelho" (2014) e "Uma Coisa É Uma Coisa…" (2015).

Já apresentaram os seus espectáculos em Portugal, Espanha, Andorra, França, Suíça, Alemanha, Luxemburgo, Holanda, Bélgica, Itália e São Tomé e Príncipe

Contactos

Travessa da Formiga nº 65
Espaço 1, Piso 1
4300-207 Porto
Portugal

(+351) 223 320 419

apoios
apoios
apoios
apoios
apoios