Não sei o que o Amanhã Trará
a partir de Fernando Pessoa

Limite Zero

13, 14 e 15 Out, 21h
16 Out, 16h

Palácio do Bolhão – Salão Nobre

Aprox. 60' · M12
© José Caldeira
© José Caldeira
© José Caldeira
© José Caldeira
© José Caldeira
© José Caldeira

Encenação Raul Constante Pereira

Dramaturgia Cecília Ferreira

Cenografia e marionetas Albano Martins, Raul Constante Pereira

Música e sonoplastia Carlos Adolfo

Desenho de luz Pedro Vieira de Carvalho

Interpretação Raul Constante Pereira, Teresa Alpendurada

Assistência de encenação Sofia Silva

Construção cénica João Martins e Sofia Silva

Direcção de produção Pedro Leitão

Fotografia José Caldeira

Co-Produção Teatro Municipal do Porto, FIMP, Teatro Municipal de Bragança, Museu da Marioneta de Lisboa – Egeac

Agradecimentos Fábrica da Alegria – Instituto Politécnico do Porto

www.limitezero.pt

As grandes almas são mestres na flutuação: ora maiores que reis, ora mais pequenos que ninguéns. Assim Pessoa. Correu o mundo às janelas reais e sonhadas, no encalço de um amanhã que se esperava em cada dia mais feliz que o hoje. Pessoa foi grande. É grande. E foi homem como nós. Sentiu pequeno como nós. Sonhou grande como nós. Viveu como um fumo, difuso, difícil de agarrar, a esvair-se em seres, mas dura e durará pelo tempo, no bolso de cada um em fragmentos. Pessoa é um espelho partido. Aqui estão apenas alguns estilhaços. Não cortam, mas podem magoar... e fazer sonhar. São a vida.

Cecília Ferreira

 

A Limite Zero assume-se como organismo cultural voltado para a concretização de iniciativas em diversos domínios artísticos. A nossa actividade estende-se à produção de espectáculos de teatro e de formas animadas, à produção vídeo, e também à formação.

Assim, não limitando a nossa actividade à produção e promoção de eventos culturais, criámos ainda um espaço de experimentação e cruzamento de diversas linguagens artísticas, nomeadamente: a expressão dramática, as formas animadas e o vídeo.

Concordando com a importância que hoje assumem as correntes pedagógicas que apelam à educação pela arte, a Limite Zero procura criar oficinas para crianças e adultos, que aliam a experimentação e descoberta ao prazer de uma aprendizagem criativa. Temos, por isso, disponíveis diversos ateliers no âmbito da expressão dramática, da escrita criativa, da construção de formas animadas e da utilização do multimédia.

Assumimos o nosso espaço como lugar de cruzamento de linguagens artísticas, de experimentação e de aprendizagem.

É nosso propósito dialogar com a comunidade através da arte.

Contactos

Travessa da Formiga nº 65
Espaço 1, Piso 1
4300-207 Porto
Portugal

(+351) 223 320 419

apoios
apoios
apoios
apoios
apoios