Kitsune

Teatro de Marionetas do Porto

20 Out, 21h30

Teatro Rivoli – Auditório Isabel Alves Costa

50' · M12
© Susana Neves
© Susana Neves
© Susana Neves

Encenação e cenografia Rui Queiroz de Matos, Júlio Vanzeler

Marionetas e ilustração Júlio Vanzeler

Figurinos Patrícia Valente

Música Pedro Cardoso

Desenho de luz Filipe Azevedo

Interpretação Micaela Soares, Rui Queiroz de Matos, Vitor Gomes

Produção Sofia Carvalho

Design gráfico e assistência de produção Pedro Ramos

Operação de luz e som Filipe Azevedo

Técnicos de construção João Pedro Trindade, Rosário Matos

Construção de figurinos Carla Pereira

Fotografia de cena Susana Neves

Co-produção Teatro de Marionetas do Porto, CineTeatro Constantino Nery

O Teatro de Marionetas do Porto é uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Cultura, Direção-Geral das Artes

marionetasdoporto.pt

A morte esquece-se no ritmo acelerado do dia-a-dia, no afastamento da natureza, principalmente nos grandes centros urbanos, oculta-se essa realidade tornando-a algo que, apesar de inevitável, parece poder ser constantemente adiada.

Nas grandes cidades morre-se cada vez mais só.

Da reflexão sobre a morte surge também e inevitavelmente uma reflexão sobre a vida, sobre o estar vivo e sobre o antigo ritual de encontro e aceitação da morte como parte do ciclo natural.

Este projecto pretende ser um elogio da vida, do reencontro com a simplicidade, do brincar, do amar, do prazer encontrado nas pequenas tarefas diárias, do recordar sem arrependimentos e de calma, mas também de resgatar a possibilidade de dizer adeus.

Olhar a morte nos olhos, servir-lhe uma sopa quente e dar-lhe a mão.

 

O Teatro de Marionetas do Porto constitui-se em Setembro de 1988, uma data simbólica que coincide com a apresentação da companhia na selecção oficial do Festival Mondial des Théâtres de Marionnettes, em Charleville-Mézières.

A prática teatral da companhia revela uma visão não convencional da marioneta e o entendimento do teatro de marionetas como uma linguagem poética e imagética evocativa da contemporaneidade.

A pesquisa vai no sentido de encontrar novas formas de concepção das marionetas, no limite objectos cinéticos, e novas possibilidades de explorar a gramática desta linguagem teatral, no que diz respeito à interpretação e à relação transversal com outras áreas de expressão como a dança, artes plásticas, música e a imagem.

No ano em que comemorou 25 anos (2013), o Teatro de Marionetas do Porto realizou o grande sonho do seu fundador João Paulo Seara Cardoso (1956-2010), a abertura do Museu das Marionetas do Porto.

Contactos

Travessa da Formiga nº 65
Espaço 1, Piso 1
4300-207 Porto
Portugal

(+351) 223 320 419

apoios
apoios
apoios
apoios
apoios